Fale Comigo

Blog Listing

Nanomedicina de rede adaptativa: um modelo integrado de homeopatia.

Neste artigo científico os autores Bell IR, et al. apresentaram um modelo baseado em evidências para a natureza e modo de ação dos remédios homeopáticos.

Estudos recentes revelam que os remédios homeopáticos contêm nanopartículas (NPs) de materiais de origem formados pela moagem mecânica “top-down” em lactose e / ou sucussão (agitação vigorosa) em soluções etanólicas.

As NPs aumentaram a biodisponibilidade, as capacidades de adsorção, a reatividade adjuvante, as propriedades eletromagnéticas e quânticas.

NPs induzem mudanças adaptativas no organismo em doses não tóxicas (hormese), servindo como sinais salientes e de baixo nível de perigo para a rede biológica de resposta ao estresse.

A ativação de efetores de resposta ao estresse, incluindo proteínas de choque térmico, inflamassomas, citocinas e vias neuroendócrinas, inicia reações benéficas compensatórias através das redes interconectadas do organismo como um sistema adaptativo complexo.

Efeito hormese descrito em 1888 pelos cientistas Arndt-Schulz: altas dosagens suprimem/inibem (alopata, medicina convencional), baixas dosrs estimulam (Homeopatia).

Os remédios homeopáticos agem estimulando os efeitos farmacológicos de adaptação hormética ao invés dos convencionais.

Clique aqui para ler o artigo científico na íntegra.

Prof. Dr. Lucas Franco Pacheco, médico homeopata e professor da faculdade de medicina de Pouso Alegre – MG.


One comment

  1. Raimundo guena dos Santos
    8 de abril de 2019 at 22:21

    A homeopatia é uma realidade no equilibrio dos 4 pilares que a constituem ,físico,mental,espitual e hereditário, é a medicação do presente.

    Reply

Deixe um comentário