Fale Comigo

Blog Listing

Tratamento homeopático adjuvante em pacientes com sepse grave: um estudo randomizado, duplo-cego, controlado por placebo em uma unidade de terapia intensiva

Tratamento homeopático adjuvante em pacientes com sepse grave: um estudo randomizado, duplo-cego, controlado por placebo em uma unidade de terapia intensiva.

Neste artigo científico, publicado por Frass M et al., em 2005, randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, teve como objetivo avaliar se a homeopatia é capaz de influenciar os resultados a longo prazo em pacientes gravemente doentes que sofrem de sepse grave.

 

Setenta pacientes com sepse grave receberam tratamento homeopático (n = 35) ou placebo (n = 35). Cinco glóbulos em uma potência de 200c foram administrados no intervalo de 12h durante a permanência na unidade de terapia intensiva. Foi registrada a sobrevivência após 30 e 180 dias.

No dia 30, houve tendência estatisticamente não significativa de sobrevivência em favor da homeopatia (verum 81,8%, placebo 67,7%, P = 0,19). No dia 180, a sobrevida foi estatisticamente significativamente maior com a homeopatia verum (75,8% vs 50,0%, P = 0,043). Não foram observados efeitos adversos.

Os autores concluíram que o tratamento homeopático pode ser uma medida terapêutica adicional útil com um benefício a longo prazo para pacientes sépticos graves internados na unidade de terapia intensiva.

Para ler o artigo científico na íntegra clique aqui.

Dr lucas homeopatia

Prof. Dr. Lucas Franco Pacheco – Médico especialista em Homeopatia pela AMHB – AMB, Professor da Faculdade de Medicina de Pouso Alegre – UNIVAS.
Diretor da Associação Paulista de Homeopatia – APH – triênio 2018-2020.



Deixe um comentário