Fale Comigo

Blog Listing

Evidências demonstram que o consumo de carne está associado à hipertensão arterial

Evidências demonstram que o consumo de carne está associado à hipertensão arterial

 

Após o estudo publicado em 2013 pela Universidade de Loma Linda, EUA, que evidenciou a correlação entre consumo de carne e aumento câncer gastrointestinal, e a conclusão de que a dieta vegana demonstra redução para todos os tipos de câncer, agora é a vez da Hipertensão.

Artigo publicado esta semana na Circulation, desenvolvido pelo pesquisador Gang Liu, do departamento de nutrição de Harvard, evidenciou que o consumo de carne grelhada (carne vermelha, frango ou peixe), estão relacionados ao aumento de hipertensão e, consequentemente, elevando o risco de Infarto do miocárdio e acidente vascular encefálico.

No artigo, os pesquisadores demonstraram que comer carne vermelha grelhada ou assada (além de frango ou peixe) ao menos 15 vezes por mes, aumentam em 17% a chance de desenvolver hipertensão do que os que consomem esses alimentos menos de 4x por mes.

Os cientistas avaliaram os níveis de Aminas Aromáticas Heterocíclicas (compostos prejudiciais que são produzidos quando a carne é aquecida em alta temperatura), evidenciando que estas substâncias podem levar ao estresse oxidativo, inflamação e aumento da resistência à insulina, resultando em aumento no risco de hipertensão arterial.

Estes resultados foram revelados esta semana em uma reunião da American Heart Association.

 

Este estudo pode não ser definitivo, mas é um bom alerta para se evitar o excesso de consumo de carne. As evidencias mais recentes tem demonstrado que a dieta vegetariana tem benefícios de proteção tanto para prevenção de câncer quanto para prevenção de doenças cardiovasculares.

Dr lucas homeopatia

Prof. Dr. Lucas Franco Pacheco – Médico especialista em Homeopatia pela AMHB – AMB, Professor da Faculdade de Medicina de Pouso Alegre – UNIVAS.
Diretor da Associação Paulista de Homeopatia – APH – triênio 2018-2020.



Deixe um comentário